Porque acesso livre completo e importante – Why full open access matter

Citation: Carroll MW (2011) Why Full Open Access Matters. PLoS Biol 9(11): e1001210. doi:10.1371/journal.pbio.1001210

Esse artigo da revista open access Plos One é uma demonstração do interesse para um modelo completo em acesso livre.

Autores científicos que pagam por uma publicação dos seus artigos em acesso livre estão de parabéns, mas eles devem saber que as publicações deles não estão em acesso livre completo.

Duas características define uma publicação em acesso livre (open access)

(1) o conteúdo da publicação e de acesso livre na internet é gratuito

(2) os leitores tem a permissão do copyright para republicar ou reusar o conteúdo como eles querem. A única condição é a atribuição do trabalho (a citação) aos autores e editores.

A licenca Creative Commons escolhida e a 3.0. A única condição e que seja dado crédito (atribuição) http://www.creativecommons.org.br/index.php?option=com_content&task=view&id=22&Itemid=35

O artigo também analisa o impacto do modelo acesso livre.

modelo económico

O modelo clássico da  publicação é caracterizado pelo preços em alta e custos de produção reduzidos. Portanto com a difusão eletrônica das revistas, estes preços deveriam abaixar. A explicação é que as bibliotecas tem a missão de inscrever as revistas e que os pesquisadores precisam do acesso as revistas. Não tem competição do nível dos preços nessa área.

– O modelo de acesso livre, (os autores que pagam para ser publicado, depois o acesso esta livre ver nota1) fundamentalmente muda o equilíbrio de poder na publicação de revistas, e, assim, aumenta muito a eficiência e eficácia da comunicação científica.

Esse modelo não tem barreira de uso nem de custos para os leitores porque os autores tem mais revistas para escolher onde publicar que as bibliotecas podem se inscrever. Este aumento da concorrência irá reduzir os custos globais de comunicação científica, ampliando o acesso e reutilização da literatura.

Porque torcer pelo modelo acesso livre ?

Deixar os direitos autorais aos autores para permitir o reuso amplo, garantindo simultaneamente a autores e editores que recebem crédito pelo trabalho que fizeram.

Tem editores do modelo clássico que sugerem aos autores opção open choice : o artigo esta em acesso livre se os autores pagam os custos de publicação. Mais esse tipo de opção não e acesso livre completo, reservando para os editores os direitos de fazer qualquer reutilização
comercial. (Isto é feito através do uso da licença Creative Commons não-comercial ou da Creative Commons Attribution Non-Commercial-Share Alike licença.).

Esse tipo de licença não permite ao autor por exemplo de colocar o texto no Wikipedia que usa um “share alike” licence.

O autor suspeita que esses editores têm o comercio do text mining em mente, como um dos tipos de reutilização que eles gostariam de controlar. Eles podem também vende-los de novo no setor privado.

Um dos grandes benefícios de acesso aberto é que os pesquisadores podem usar qualquer ferramenta de busca baseado na web para se envolver em  análise por computador da literatura publicada.

Para o autor esse tipo de licença são pseudo acesso livre e os autores  não deveriam aceita-las.

 nota 1 Os 2 modelos econômico pelas revistas cientifica

O modelo clássico : os leitores ou as instituições e bibliotecas pagam  para ler o artigo, mas não tem muito mais direito de uso

O modelo acesso livre onde os autores pagam para publicar mais depois o  artigo esta em acesso livre com direitos para os leitores de reusa-los  (ver abaixo).

Tem tambem um modelo hybrido: uma revista do modelo clássico que  permite aos autores pagam os preços das publicações.

 nota 2 Editores que são predadores do modelo acesso livre

Um bibliotecário universitário americano publicou uma lista dos editores  que tem praticas especiais como anunciar muito jornais sem muito  conteúdo: Beall’s List of Predatory, Open-Access Publishers.
http://metadata.posterous.com/83235355 .

 nota 3 : o modelo acesso livre esta em crescimento.

O  DOAJ directory of Open Access Journals lista mais de 8000 revistas  cientificas em acesso livre http://doaj.org .


1 opinião sobre “Porque acesso livre completo e importante – Why full open access matter”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *