Publicação dos dados em Data journals

BDJ genomicdata

Uma melhor disseminação dos dados ciêntificos podem ajudar  a melhorar a qualidade dos dados  e transparência, e as colaborações para a produção dos dados  e permitir novas oportunidades de pesquisas em produzir dados  em uma escala maior e multidisciplinar. Nesse contexto aparecem os jornais de dados : “data journals”.

Os principios dos data journals são os seguintes : eles não contem  dados mais um novo tipo de publicação de “artigo cientifico” que são “data descriptors” que vai descrever o “data set” (conjunto de dados). Esse novo tipo de artigo é avaliado pelos pares e contem  uma parte textual como uma publicação tradicional e uma outra parte de descrição dos dados : metadados,

Os data sets não estão incluidos nos jormais mais poderão ficar em serviços como Dryad ou Figshare (Figshare  e um serviço de Digital Science, uma empresa do grupo de Nature).

Os dados como os “data descriptors” serão divulgados sobre uma  licença “open” creative commons.

Os editores se interessam na gestão e na divulgação dos dados de pesquisas.

O grupo Nature que publica a revista do mesmo nome vai lançar um novo serviço chamado « Scientific Data », uma plataforma que funciona no modelo de “Gold Open Access “(os autores pagam os custos de publicação). Scientific Data conterá descrição  textual, metadatas sobre data sets (conjunto de dados), primeiramente  em ciências biológicas, meio ambiente, biomedicina.

Alguns data journals :

  1. Scientific Data (Nature)
  2. Geoscience Data Journal
  3. CODATA Data Science Journal
  4. Earth System Science Data
  5. Journal of Chemical & Engineering Data (ACS Publications)
  6. Big Data
  7. Biodiversity Data Journal
  8. Genomics Data (Elsevier)
  9. O projeto de alexandria archive sobre datajournals
  10. Journal of Open Archaeology Data

Qual e o interesse para os autores ?

Os autores poderão valorizar o trabalho deles, permitindo o acesso aos outros pesquisadores que poderão usar e citar os dados, e talvez iniciar parcerias. Na ârea da ciência, as vezes, a produção de dados custa muito dinheiro e  é uma das maiores despesas das pesquisas. Já tem muito exemplos de laboratórios de pesquisas que usam os dados de outros laboratórios através de colaborações. O Thomson Reuters ja lançou o Data Citation Index para medir as citações de datasets.

Para os editores

É certo que os  “Data Descriptors” poderão ser produzidos para outras organizações que os editores “for profit”, mais de um outro lado,  os editores são especializados em  processo de avaliação pelos pares, indexação, valorização e os dados são um novo meio de desenvolvimento para eles.

Dados como artigos ?

Tem um risco que os editores aplicam o mesmo modelo econômico que para as revistas que levou  a essa situação atual : Os editores controlam a difusão dos conhecimentos cientificos e o  movimento do acesso livre “open access”  apareceu em reação a essa liderança. As instituições deverão  construir os próprios projetos para a avaliação de dados de pesquisa. Ja tem projeto com a Research Data Alliance, uma posicão da União Europeia e projeto sobre data journals OpenScienceLink. A seguir…