Novas ferramentas para pesquisadores : mudança do workflow

Na hora da transmissão numérica os cientistas poderiam ser desorientados para a multiplicação das ferramentas que aparecem na internete. Essas ferramentas podem ser usadas por um painel de acões amplas, na área professional como pessoal. A oferta é muito grande. Como conhecer, comparar e avaliar as ferramentas disponíveis ? Quais são as tendências de uso ? [L’Hostis 2015 ] .

O site : Innovations in Scholarly Communications. Changing research workflows da Universidade do Ultrecht (Holanda) apresenta um levantamento internacional para conhecer os usos efetivos das ferramentas para os cientistas. Mais de 550 ferramentas são apresentadas e descritas com uma apresentação gráfica original.

O público-alvo do levantamento são os atores da ciência : estudantes, pesquisadores e professores ou pessoas em apoio as pesquisas. Ele ficará ativo até feveireiro 2016. Mais de 4000 pessoas já responderam.  As 1000 primeiras respostas são online. Elas confirmam o uso  cada vez maior das redes socias como ferramentas (em destaque Google Scholar,  ResearchGate, Twitter) e os usos das ferramentas institucionais. Os responsáveis do projeto esperam identificar os hábitos em função de varios parámetros : disciplinas, paises, ….

Por exemplo, a questão : “qual site ou ferramenta você usa para acesso na literatura ?” tem as respostas seguintes :

101 innovations
fonte https://101innovations.files.wordpress.com/2015/06/typeform-1000-access.png

Outra originalidade é a apresentação do tipo de workflow possiveis em função das ferramentas usadas : tradicionais, modernas, open science,  inovantes, experimentais.

101innovationstypicalworkflow

O site lista por tipo de atividade as tendencias, espectativas, oportunidades desafios sobre desenvolvimentos das ferramentas e os usos.

O  poster :101 Innovations in Scholarly Communication – the Changing Research Workflow (abaixo) apresentado pelos responsáveis do projeto na conferência Force2015  (Oxford, Janeiro 2015) sintetisa os resultados.

101innovations

 

 

 

 

 

 

Réferências

Wiki França-Brasil sobre Ciência, Inovação e Sociedade

As pesquisas precisam de  interações intensivas através  de uma multidão de atores, com expertisa diferentes que vem de disciplinas diferentes. O assunto da pesquisa colaborativa serve para criar modelos estabelecidos com tecnologias próprias para ajudar essas interações [1]. As ferramentas como os wikis ou os blogs  são indicados para uma escritura colaborativa e construir uma reflexão coletiva para ampliar os trabalhos dos pesquisadores ou dos analistas   [2].

O projeto :  Criado no incentivo do Instituto de Estudos Avançados em Ciência e Tecnologia (IHEST), Este Wiki responde ao desejo de promover a troca de idéias entre o Brasil e a França no campo dos relacionamentos entre a ciência e a sociedade.

Seu objetivo é desenvolver uma perspectiva original franco-brasileira para abrir as relações entre ciência e sociedade em rede, neste processo, especialistas de todas as origens e leigos advertem em uma abordagem multidisciplinar : ciências fundamentais, tecnologias e sociais.

Este Wiki [3] aborda, entre outras, as questões seguintes : Como são consideradas as relações entre ciência, inovação, sociedade em ambos os dois países ? Quais são os termos de uma comparação ? Quais são os pontos onde o Brasil e a França são diferentes ? Quais são os objetivos de desenvolvimento, atender as estratégias nacionais em Ciência, Tecnologia e Inovação ? A quais desafios societais eles respondem ?

O wiki incentiva as contribuições, reflexões compartilhadas, feedback que se encaixam no espírito de IHEST : comparar as opinões para criar uma cultura de ciência e inovação com o respeito das diferenças.

O site é baseado no Semantic mediawiki e usa a mesma ferramenta  colaborativa do que wikipedia mais com funções semânticas. O funcionamento  de publicação é também diferente (ler as instruções para os autores).

– Cada autor registrado  são atores do site e  podem criar ou modificar qualquer página e escrever um comentário. A moderação é coletiva e  funciona depois da publicação (avaliação a posteriori). Cada página tem um histórico de modificação.

-“wikificação” dos textos ja publicados : um texto ja publicado pode ficar colocado dentro do wiki. Isso permite um enriquencimento dos textos : atualização, comentários, link, imagens, bibliografias…

Os textos são acessíveis  através de categorias temáticas, de um motor de busca  ou por tipo de documento :

  • Análises : análise temática
  • Dados :  dados  escolhidos que monstra comparação entre a França e o Brasil
  • Esboço : Rascunho ou inicio de texto
  • Publicação :  artigo ou capitulo de livro ja publicados
  • Fontes : referências bibliográficas  essenciais de uma temática

 

ihestnavigation

Bilinguismo e navegação 

As páginas são em françês e em português e não tem necessariamente tradução  completa correspondente. Cada página é  indexada com uma categoria temática com acesso que aparece na página de entrada do site.

Esse wiki em versão beta ja recebeu mais de 53 500 páginas visitadas e deverá se desenvolver através de colaborações com universidades, editores de revistas e organizações na França e no Brasil.

contato : Pascal.Aventurier, Christelle Tallon (IHEST)

[1]  Romano P.,  Giugno R., Pulvirenti A. (2011). Tools and collaborative environments for bioinformatics research. Briefings in Bioinformatics, 12 (6), 549-561. http://dx.doi.org/10.1093/bib/bbr055.

[2] The future of publishing will be shaped by a more dynamic social reading experience. http://blogs.lse.ac.uk/impactofsocialsciences/2013/04/08/the-future-of-the-book-is-the-future-of-soc/

[3] http://france-bresil.ihest.eu/

Altmetric medida nivel de difusão dos artigos no web social

Altmetric [1] é uma empresa privada tipo start-up que avalia o nivel de difusão dos artigos no web social como Facebook, Twitter, Blogs alem  de Mendeley, Connotea e CiteUlike.

A empresa analisa mais de 8.000 revistas e faz mais de 1,5 milhões de  identificações em redes sociais. o número de artigos identificados irá  aumentar de forma constante. o sistema usa o DOI (digital Object  Identifier) à que permite identificar e localizar cada artigo no web.

O Altmetric score usa o volume  como as varias seguintes :

  • O volume : o score para um artigo aumenta quanto mais pessoas mencioná-lo.
  • As fontes : com valores diferentes : um artigo de jornal diário  contribui com mais do que um post de blog que contribui mais do que um  tweet.
  • Os Autores : se  uma pessoa propria conta mais ou um envio automatico do jornal

A métrica se chama “Altmetric score” e esta vizualisada como o Altmetric  Donuts altmetric donut

Como usar o Altmetric Score. ?
Tem um bookmarlet (ferramenta) que cada um pode instalar no seu navegador web (Firefox, Chrome, Safari) na barra de ferramentas [2] . Depois so visitar a pagina de um artigo e cliquar no botão.botão altmetric boormarklet
Exemplo 1 um artigo do journal Nature

altmetric score  exemplo 1- Nature

Exemplo 2 : um artigo do jornal PNAS

altmetric PNAS
Altmetric score com um artigo de revista PNAS

Esse tipo de medida parece muita inovadora e a empresa pode fazer   extrações do seu banco de dados par instituções por exemplo.
Os artigos sem resultados nao sao dentro o banco de dados. Os jornais com impacto forte e jornais em accesso livre (OA journals)  tem maiores scores do que jornais com subscripcões ou jornails com impacto baixo.
Seria muito interessante o mesmo tipo de medida com os conteudo dos repositorios dos arquivos abertos que também são de accesso livre e a maoridade deles mostram os DOI dos artigos (ou um Handle)

[1] www.altmetric.com/
[2] Bookmarklet : http://www.altmetric.com/bookmarklet.php